Para o Pinhal das Artes
As fadas voaram.
Muita música escutaram
E entre as àrvores dançaram.
Com meninos e meninas,
Pais e filhas a sonhar
As suas casinhas criaram.
Na àrvore dos desejos os sinos badalaram
Deixando na terra muitos e muitos desejos.